Homofobia

A palavra normal significa algo natural, comum, que segue as regras conforme as normas. O contrário disso seria definido como diferente irregular e fora da naturalidade. Os LGBTS perante a sociedade seguem a segunda definição.  São denominados como pessoas anormais, pervertidas e, segundo a religião são seres abominantes. Já a Biologia considera a homossexualidade completamente natural. O que define um homossexual não é sua opção, nem seu comportamento, mas seu desejo sexual.

O problema, se é que existe algum problema! Esta relacionado com a mente das pessoas, da sociedade e do mundo. Uma vez que ser diferente é ser considerado anormal, todo um grupo pertencente a uma determinada posição fora das normas será julgado como distinto e sofrerá consequências radicais.

 

Em 1998, Coretta Scott King líder dos diretiso civis declarou: “A homofobia é como o racismo, o antissemitismo e outras formas de intolerância na medida em que procura desumanizar um grande grupo de pessoas, negar a sua humanidadedignidade e personalidade.”.

 

Homofobia, é nada mais, nada menos que o preconceito, descriminação e violência contra homossexuais. Os dados revelam que No ano de 2015, 318 pessoa morreram vitimas de homofobia, os dados foram registrados pelo GGB, a mais antiga entidade de gênero do Brasil. Amazonas e Mato grosso do Sul são os estados mais homofóbicos do país.

Termino esse discursa com as palavras de Drauzio Varella

“Que diferença faz para você, para sua vida pessoal se seu vizinho dorme com outro homem? Se sua vizinha é apaixonada pela colega do escritório? Que diferença faz para você? Se faz diferença, procure um psiquiatra, você não está legal.”

Anúncios

Gastronomia da Marejada

comida-1 A gastronomia da marejada 2016 conta com uma variedade de comidas típicos que, em sua maioria, são tradição na festa, nas nove tendas espalhadas pela praça de alimentação os visitantes podem apreciar pratos como camarão, paella, lula, sardinha e a tradicional batata frita. Os pratos são divididos em porções de 350 a 500 gramas, e os preços giram em torno de 20 a 60 reais.

    Um dos principais destaques da festa é o bacalhau, servido com strogonoff e também como bolinho. O chef de cozinha Santo Silveira proprietário da empresa Santo Graal, participa pela terceira vez da marejada, ele traz como opções gastronômicas as especialidades na cozinha portuguesa. “Nossa gastronomia é voltada para pratos portugueses, temos como prato principal o lombo de bacalhau a portuguesa com batata cozida, na porção de 400 g. O movimento esta baixo em relação ao ano passado, porém vem aumentando nos últimos dias”. Em sua tenda as porções são acompanhadas do bacalhau, uma das grandes preferencias do publico

comida-3

     As pessoas que passam pela área de alimentação também podem encontrar pizzas e chops. Franciele Viera é visitante da marejada e aprovou os pratos vendidos “Já estive na marejada outas vezes, a gastronomia típica é muito bem preparada e variada, o preço esta razoavelmente acessível”. Outras opções da festa são os cachorro quente, churros e os famosos Krepes, espalhados por todo o espaço da festa. No interior do centro eventos, o publico encontra uma diversidade de doces e um restaurante com pratos executivos.

    Para quem vai à marejada, se depara com uma praça de alimentação abrangente, com diversas mesas localizadas  num espaço agradável próximo ao palco de atrações. No local a musica se faz presente e os visitantes podem apreciar a boa gastronomia curtindo as bandas catarinenses.  A festa se estende até a próxima terça feira (15) e a cobertura completa pode ser acompanhada através da agencia prefixo. Para ficar por dentro das novidades da marejada, acompanhe também pelas redes sociais utilizando as hashtags #Marejada30anosda e #Marejada2016.

Texto: Andrei Lucas Martins